Boas más pessoas

As “pessoas boas” são também as “pessoas más”. Ser bom ou ser mau não depende da natureza do indivíduo, mas sim do quanto ele se sente ameaçado psiquicamente por seu ambiente.

É comum que as pessoas classifiquem umas as outras como sendo “boas pessoas” ou “más pessoas”, mas, de fato, esse julgamento entre bom e mau é infantil se considerarmos a imensa variedade de personalidades existentes e todas as defesas e limites da personalidade humana.

Todos nós temos sentimentos pouco nobres que podem ou não surgir, à medida da nossa necessidade. Assim como os sentimentos mais nobres e aceitos socialmente são sempre reforçados e acompanhados por ganhos que podem ou não valer a pena.

banner-curso-funcao-materna_728x90

O fato é que todos nós, seres humanos, temos a mesma essência, e ser julgado por uma atitude isolada ou por critérios simples como bom x mau, é reduzir demais a capacidade humana de ser complexa, antagônica e dinâmica.

Todos nós somos capazes de ações impensáveis à medida que passamos por ameaças psíquicas, pois temos a tendência natural de sobreviver e proteger nosso ego.

Qualquer tipo de julgamento é ineficaz nesse sentido, pois nunca sabemos como é ser o outro, nas condições do outro, com os problemas do outro. Ser nós mesmos já nos é bastante desafiador!


Sugestões de leituras sobre o tema:

Foucault, Michel. Vigiar e punir. Leya, 2014.

de La Taille, Yves. Moral e ética: dimensões intelectuais e afetivas. Artmed Editora, 2007.

Piaget, Jean, Yara Schramm, and Elzon Lenardon. O julgamento moral na criança. Editora Mestre Jou, 1977.

Winnicott, Donald Woods. Privação e delinqüência. São Paulo: Martins Fontes, 1987.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s